Cerca de 2.500 corredores participaram da 7ª Meia Mara­tona Tribuna Ribeirão, prova que aconteceu neste domingo (27), na Zona Sul da cidade. Samur Inácio e Tatiana Rodrigues, assim como em 2016, venceram a pro­va dos 21 km. Aconteceram ain­da provas de 5 km e 10 km.

Participaram da Meia Ma­ratona de Ribeirão, atletas de 84 cidades brasileiras, e Londres (Inglaterra). Além de São Paulo, a prova contou com participantes de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná, Paraíba e do Distrito Fe­deral. Foram quase 1.500 corre­dores inscritos oficialmente, mas os organizadores estimam que outros 1.000 participaram como ‘pipocas’, principalmente na cor­rida de 5 km.

Samur Inácio, de Ribeirão Preto, foi o vencedor da Meia (bi­campeão) com 1h10. Lucas Fer­reira Cardoso ficou em segundo, sendo seguido por Luís Fernando Medeiros, Daniel Duarte Naves e Rodrigo Lemes Pereira.

No feminino, Tatiana Rodri­gues venceu com 1h34. Tatiana venceu quatro das sete edições da prova. Em segundo ficou Lívia Martins da Palma Colmanetti, sendo seguida por Fernanda He­lena Salami, Valéria Rodrigues Zamperlini Alonso e Lucilene Batista Xavier.

Os corredores comprovaram que o percurso foi desafiador, mas elogiaram os pontos de hi­dratação e a atenção dos staffs.

Além dos staffs profissionais e voluntários, a prova contou – no fechamento do percurso – com apoio da Transerp, Polícia Mili­tar, Polícia Rodoviária, DER e da Arteris/Vianorte.
Repercussão – “Foi a me­lhor das edições. Sei que há o que melhorar e vamos trabalhar para isso, até porque, nosso objetivo é que a prova seja internacional, com a presença de atletas da eli­te nacional e internacional em 2018”, disse Fabiano Ribeiro, um dos organizadores da Meia.

O prefeito Nogueira, um in­centivador dos esportes (foi o grande apoiador para que Ribei­rão Preto tivesse novamente um time de vôlei de ponta), chegou logo cedo para acompanhar a lar­gada dos atletas e, ao lado da es­posa Samantha Pineda, ficou até o encerramento da premiação. “Só para quem estava lá foi pos­sível se eletrizar, tanto na largada quanto na chegada dos atletas. A Meia Maratona de Ribeirão Preto se consolidou e já está preparada para ser um evento internacional, digna da metrópole global onde ela é realizada: nossa querida Ri­beirão Preto”, destacou.

O secretário de Esportes, Ricardo Aguiar, lembrou que a “Meia” já é uma referência para outros eventos. “Um local extre­mamente bonito que mostra a cara de Ribeirão. Percebi que os corredores aceitaram o percurso e nós, da Secretaria de Esportes, nos sentimos orgulhosos em re­ceber um evento dessa magnitu­de e por ele estar no Calendário Oficial de Eventos Esportivos. Parabenizamos a todos os orga­nizadores e apoiadores”, destacou.

A segurança, tanto para os atletas como para os moradores das ruas “afetadas” pelas alte­rações no trânsito, foi ampla­mente discutida durante a fase de planejamento do evento. E o resultado foi positivo. Para o superintendente da Transerp, Antônio Carlos de Oliveira Jú­nior nenhuma ocorrência foi registrada ao longo do evento. “A integração junto à Polícia Militar, Polícia Rodoviária Esta­dual, DER, Artesp e Concessio­nária foi fundamental para a ga­rantia da segurança das provas. Os condutores que circulavam pela região Sul foram orien­tados com rotas alternativas e compreenderam as mudanças no trânsito durante a corrida, e alguns até participaram como espectadores da Meia Marato­na”, lembra Júnior.

“Ribeirão Preto é uma marca e nosso objetivo é vendê-la ainda mais e de uma maneira muito saudável para o Brasil e o mundo”, afirmou o diretor do Tribuna e organizador da prova, Eduardo Ferrari. Este ano já tivemos cor­redores de cinco estados, mais o Distrito Federal, além de um atleta de Londres. Esta é a razão da buscar por parcerias como, por exemplo, com o Convention Bureau e a Passaredo, entidade e empresa que atuam e projetam nossa cidade em âmbito nacional, lembrou Ferrari.

Meia de Ribeirão – Interna­cional – Se depender da vontade do presidente da ACIRP, Dorival Balbino, a 8ª edição da Meia Ma­ratona será internacional. A prova faz parte do calendário de eventos em comemoração ao aniversário da entidade desde 2016. “Além de divulgar Ribeirão para um pú­blico relevante, a Meia Maratona atrai pessoas de toda a região e até de outros estados que vêm para a cidade e consomem em nossos estabelecimentos. Com o status de ‘internacional’ acredito que essa abrangência seja ainda maior, levando o nome da cidade ainda mais longe, atraindo mais gente”, destacou Balbino.

A estrutura da prova foi muito elogiada, porque garan­tiu comodidade, praticidade e segurança para os atletas e seus familiares, aliado, claro, à bele­za do local, o estacionamento do RibeirãoShopping. “A soma dos esforços do jornal Tribuna e do RibeirãoShopping resultou numa prova bem organizada e com um novo e desafiador per­curso, além de uma largada e chegada com uma excelente in­fraestrutura”, afirmou o gerente de marketing do RibeirãoShop­ping, Marcos Botelho. O shop­ping aposta na Meia de Ribeirão desde sua primeira edição.

Patrocinadores de peso – Além de ACIRP, Prefeitura de Ribeirão e RibeirãoShopping, a Meia Maratona Tribuna Ri­beirão teve o patrocínio Pre­mium da Ambient, Sincovarp, Passaredo, Powerade e Crystal e patrocínio Standard da De­catlhon e do SinComerciários. A prova também fez uma ho­menagem aos Bombeiros que realizaram demonstração de materiais e distribuíram uma cartilha com dicas de preven­ção a afogamento (em breve se inicia o verão) para o públi­co infanto-juvenil. O mascote “Faísca” também participou do evento, alegrando principal­mente as crianças.

A prova teve ainda apoio logístico do Daerp, Guarda Mu­nicipal, DTP e Estre, realizando toda a limpeza e manutenção da arena e do percurso. Como apoio de divulgação, a prova contou com TV Record, Vivace, Difuso­ra FM, New Cores e Fonte asses­soria de imprensa.

Foi dada a largada para 2018 – A 8ª Meia Maratona já tem data marcada em Ribeirão: 26 de agosto. Realizada sempre no últi­mo domingo do mês de agosto, a prova mais uma vez fará parte do calendário dos eventos em comemoração ao aniversário da ACIRP, que em 2018 completará 114 anos. A entidade é a maior da macrorregião em termos de representação empresarial, com mais de seis mil associados.

Deixe uma resposta